Como evitar queda capilar pós parto?

Como evitar queda capilar pós parto? - Amanda Esperancin

A queda capilar pós parto é um processo comum que afeta muitas mulheres após o nascimento do bebê. Compreender as razões por trás desse fenômeno e saber como lidar com ele é fundamental para muitas mães.

Durante a gravidez, as mudanças hormonais estimulam um aumento no crescimento capilar, porém, após o parto, esse cabelo extra entra na fase de queda.

Para enfrentar essa situação, é crucial adotar uma dieta balanceada, cuidados diários suaves com os cabelos e buscar orientação profissional.

Este artigo oferece dicas práticas para prevenir a queda capilar pós parto e manter a saúde dos seus cabelos.

O que causa a queda capilar pós parto?

A queda de cabelo pós parto é um fenômeno comum, mas entender suas causas é essencial. Durante a gestação, os hormônios favorecem um ciclo de crescimento capilar prolongado.

Após o parto, os níveis hormonais se estabilizam, fazendo com que o cabelo entre na fase de queda naturalmente. Essa transição hormonal é uma das principais razões para a perda de cabelo após o parto.

Além disso, fatores como estresse, falta de nutrientes e alterações metabólicas contribuem para esse quadro.

Os cuidados com couro cabeludo são fundamentais nesse período, visto que promovem a saúde dos folículos capilares, ajudando a minimizar a queda capilar pós parto.

Quanto tempo dura a queda de cabelo pós-parto?

Lidar com a queda de cabelo pós parto requer paciência e cuidados. É normal se perguntar quanto tempo dura a queda de cabelo pós parto, mas geralmente, isso se estabiliza após alguns meses.

A queda capilar pós parto afeta entre 50% e 90% das mulheres, especialmente aquelas que tiveram múltiplos partos. Normalmente, inicia cerca de três meses após o parto e pode persistir por três a seis meses.

Essa queda temporária, desencadeada por mudanças hormonais, é uma reação comum e costuma cessar naturalmente.

Como lidar com a queda de cabelo pós parto?

Para enfrentar esse período, manter uma dieta balanceada, rica em nutrientes, é crucial.

Buscar orientação em uma clínica de tratamento capilar pode oferecer opções específicas para fortalecer os fios.

Cuidados regulares com o cabelo e couro cabeludo, bem como evitar estresse, são práticas que ajudam a lidar efetivamente com a queda capilar pós parto.

5 dicas para amenizar a perda dos fios no pós parto

Compreender o que fazer com a queda de cabelo pós parto é essencial para muitas mães. Existem maneiras eficazes de amenizar a perda de fios após dar à luz.

Às vezes, buscar orientação em uma clínica de tricologia pode ser uma solução valiosa. 

No entanto, algumas práticas simples podem auxiliar na redução desse quadro. Este guia oferece cinco dicas práticas e acessíveis para ajudar a minimizar a queda capilar pós parto e recuperar a vitalidade capilar.

1. Atente-se à alimentação

A alimentação desempenha um papel crucial na saúde capilar pós parto. Priorize alimentos ricos em vitaminas, minerais e proteínas, como frutas, vegetais, proteínas magras e alimentos integrais.

Nutrientes como biotina, zinco e ferro são especialmente benéficos para fortalecer os cabelos. Inclua fontes como ovos, leguminosas, nozes e verduras escuras. Manter-se hidratada também é fundamental.

Ao adotar uma alimentação balanceada e focada em nutrientes essenciais, você está promovendo não apenas sua saúde, mas também a saúde dos seus cabelos após o parto.

2. Tome vitaminas e sucos fortificados

Incorporar vitaminas e sucos fortificados na rotina pode ser um aliado poderoso para combater a queda capilar pós parto.

Busque por suplementos que contenham a vitamina que ajuda no crescimento do cabelo, como a biotina (vitamina B7), conhecida por fortalecer os fios.

Além disso, sucos naturais ricos em nutrientes como vitamina C, que favorece a absorção de ferro, e vitamina A, fundamental para a saúde do couro cabeludo, são ótimas opções. 

Esses nutrientes, quando incorporados de forma equilibrada, podem contribuir significativamente para a vitalidade dos cabelos após o parto.

3. Intensifique os seus cuidados capilares

Após o parto, intensificar os cuidados capilares é fundamental para combater a queda de cabelo. Opte por produtos suaves e específicos para o seu tipo de cabelo, evitando o uso excessivo de calor e produtos químicos agressivos.

Massagear suavemente o couro cabeludo durante a lavagem estimula a circulação sanguínea, promovendo a saúde dos folículos capilares.

Além disso, tratamentos como máscaras hidratantes e óleos naturais podem ajudar a fortalecer os fios. Ao adotar uma rotina de cuidados capilares adequada e regular, é possível minimizar a perda de cabelo pós parto e manter a vitalidade dos seus fios.

4. Adapte a sua frequência de lavagem

Após o parto, adaptar a frequência de lavagem dos cabelos pode ajudar a lidar com a queda capilar. Evite lavagens excessivas, já que isso pode contribuir para enfraquecer os fios.

Por outro lado, espaçar os dias entre as lavagens pode preservar os óleos naturais do couro cabeludo, essenciais para a saúde dos cabelos.

Identificar a frequência ideal de lavagem, considerando o tipo de cabelo e as necessidades individuais, pode minimizar a perda de cabelo pós parto e manter a saúde dos fios durante essa fase delicada.

5. Personalize seus produtos capilares

Personalizar seus produtos capilares pode ser fundamental para lidar com a queda de cabelo pós parto.

Consultar um especialista em tricologia pode ajudar na escolha de produtos adequados ao seu tipo de cabelo e às necessidades específicas após o parto.

Optar por shampoos, condicionadores e tratamentos capilares formulados para fortalecer os fios e nutrir o couro cabeludo pode fazer toda a diferença.

Ao personalizar seus produtos capilares com orientação profissional, você está dando um passo importante para minimizar a perda de cabelo e promover a saúde dos seus fios nesse período pós parto.

Quando a queda pode ser um problema?

Se você se pergunta o que fazer com cabelos caindo muito, saiba que a queda de cabelo pós parto é comum, porém, se persistir por mais de seis meses, pode indicar um problema.

Nesses casos, é crucial considerar a busca por um tricologista no ABC, região conhecida por oferecer especialistas qualificados em saúde capilar.

Caso a queda capilar pós parto afete drasticamente a autoestima ou venha acompanhada de outros sintomas como coceira no couro cabeludo ou escamação, é recomendável buscar orientação profissional.

Identificar a causa é crucial; por isso, se a queda persistir, consulte um profissional para um diagnóstico e tratamento adequados.

O que é eflúvio telógeno?

Eflúvio telógeno é uma condição caracterizada por uma queda capilar acentuada devido a um aumento na fase telógena do ciclo capilar.

Geralmente desencadeado por fatores como estresse, mudanças hormonais, cirurgias ou dietas extremas, resulta em uma perda significativa de cabelo.

Ao perceber essa situação persistente, é aconselhável consultar um tricologista para um diagnóstico preciso e orientação específica sobre tratamentos e cuidados capilares.

4 dúvidas frequentes

A preocupação com a queda de cabelo na gravidez é comum entre muitas mulheres. Encontrar informações confiáveis e práticas sobre esse tema pode ser essencial para lidar com essa fase.

E agora iremos abordar respostas fundamentais para algumas dúvidas frequentes nesta área.

1. Pode lavar o cabelo depois do parto?

Sim, é seguro lavar o cabelo após o parto. Não há restrições quanto a isso, a menos que tenha ocorrido uma cesariana ou outras complicações. Lavar o cabelo pode ser revigorante, proporcionando uma sensação de frescor pós-parto.

No entanto, é aconselhável evitar produtos agressivos e optar por shampoos suaves, pois o couro cabeludo pode estar mais sensível.

Consultar um profissional é recomendável para orientações específicas, mas geralmente, lavar o cabelo após o parto é seguro e até reconfortante.

2. Qual shampoo utilizar após o parto?

Optar por um shampoo para queda de cabelo pós parto pode ser benéfico para fortalecer os fios delicados nesse período. 

Tonific Shampoo 300ml

O Tonific Shampoo, da linha Flores e Vegetais, é uma excelente opção.Sua fórmula única, composta por aloe vera, ginseng e óleo essencial de alecrim, destaca-se na tonificação e fortalecimento capilar.

Além de revitalizar os cabelos, este shampoo estimula a circulação no couro cabeludo, promovendo fios mais resistentes e radiantes. Considerar o Tonific Shampoo na rotina de cuidados capilares pós parto pode ser essencial para manter a vitalidade dos seus cabelos.

3. Depois do parto pode fazer escova no cabelo?

Fazer escova no cabelo após o parto é geralmente seguro, porém, é importante considerar a sensibilidade do couro cabeludo nesse período.

Optar por escovas de cerdas macias e evitar o uso excessivo de calor é recomendado. Dê preferência por técnicas suaves e produtos de proteção térmica.

Caso tenha realizado uma cesariana ou complicações, é aconselhável consultar um profissional de saúde para orientações específicas. Adaptar a prática de escovação, priorizando cuidados delicados, pode ajudar a manter a saúde dos fios após o parto.

4. Devo tomar vitaminas para queda de cabelo no pós-parto? Quais e em qual quantidade?

Tomar vitaminas pode ser benéfico para combater a queda capilar pós parto. Buscar suplementos como biotina, vitamina D, vitamina E, zinco e ácidos graxos ômega-3 pode ajudar na saúde dos fios.

No entanto, a quantidade ideal pode variar. É essencial buscar orientação profissional para determinar as doses adequadas, pois a automedicação pode ser prejudicial.

Um profissional de saúde pode indicar a vitamina para queda de cabelo pós parto adequada, adaptada às necessidades individuais, ajudando a promover a saúde capilar sem exceder as doses recomendadas.

Sobre a queda de cabelo 1 ano após o parto

A queda de cabelo 1 ano após o parto é, em geral, uma fase transitória. Embora muitas mulheres experimentam uma redução na queda capilar pós parto, algumas ainda podem notar o cabelo caindo da raiz.

É importante diferenciar essa fase da queda de cabelo na amamentação ou de possíveis fatores hormonais persistentes. Em alguns casos, a queda capilar prolongada após um ano pode indicar outras questões, como deficiências nutricionais.

Consultar um profissional tricologista é essencial para descartar preocupações e receber orientações personalizadas para lidar com a queda de cabelo após esse período.

Ainda em dúvida sobre seu caso? Fale com a gente! A Tricologista Amanda Esperancin possui mais de uma década de estudo sobre couro cabelo e saúdos dos fios. Ela e sua equipe estarão prontas para te atender.

Picture of Amanda Esperancin

Amanda Esperancin

Há 11 anos nesse universo, tenho intimidade com a raiz, o couro cabeludo e a fibra, suas funções e características, entendendo toda a complexidade de cada estrutura e a relação entre elas.

Picture of Amanda Esperancin

Amanda Esperancin

Há 11 anos nesse universo, tenho intimidade com a raiz, o couro cabeludo e a fibra, suas funções e características, entendendo toda a complexidade de cada estrutura e a relação entre elas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carrinho de compras
plugins premium WordPress